Última atualização em .

Riqueza de uma nação e os serviços intermediários

Embora eu tenha nascido na indústria os últimos 4 anos de minha carreira tenho vivenciado exclusivamente o setor de serviços, especialmente saúde. Isso quebrou paradigmas meus e me fez abrir perspectivas de análise da contribuição do setor para a geração de emprego e renda e formação qualitativa do PIB nacional. Veja no gráfico acima a participação no PIB dos PBS ou serviços intermediários (serviços prestados a empresas e não consumidores finais) e densidade industrial de diversos países.

De que forma os serviços contribuem para a geração de riquezas de uma nação? Depende de uma série de fatores como o estágio de desenvolvimento, demografia e estrutura econômica do país, das condições internacionais, etc. Contudo torna-se evidente a importância na relação entre os serviços e os demais setores da economia.

Observando os dados das mais diversas economias percebe-se que não é o tamanho do setor de serviços na economia que mais impacta para a geração de riquezas de uma nação, e sim a parcela dos serviços que são voltados para a produção (e não para consumo). No Brasil, o setor de serviços responde por cerca de 74% do PIB, mas os serviços técnicos comerciais profissionais (PBS), que são insumos pré / pós - produção, respondem por 18% do PIB. Nos Estados Unidos, os serviços representam 82% do PIB e o PBS por 31%, portanto, proporção mais que o dobro da brasileira.

Pingbacks

Pingbacks estão abertas.

Trackbacks

  1. l3itch em #

    Riqueza de uma nação e os serviços intermediários | FBC

Trackback URL

Comentários

Ainda não há comentários.

Publique seu comentário