Última atualização em .

Em 2016 a prefeitura fechou com prejuízo de R$ 51 milhões. Em 2017 vai ser pior

Analisando a Prefeitura do Natal como se fosse uma empresa, poderíamos ter uma seguite métrica:

de 2014 a 2016 essa "empresa" chamada de Prefeitura do Natal reduziu seu patrimônio em 61% caindo a reserva de Lucros Acumulados de R$ 2,8 bi para R$ 1,1 bi. E a tendência é piorar. A relação bens x obrigações pouco alterou no período, injustificando uma redução tão drástica na relação patrimonial da Prefeitura como um Ente. Em 2016, a prefeitura apontou um prejuízo entre receitas e despesas de R$ 51 milhões e 2017 projeto um prejuízo em torno de R$ 100 milhões.

O índice de insolvência que mede a previsibilidade de falência aponta que valores abaixo de zero são provavelmente insolventes. Entre -1 e +1 estão na "penumbra" e acima de 1 a previsibilidade é de solvência (capaz de honrar com as dívidas). Em 2014, o indicador da prefeitura do Natal era de 15, caiu pra 7 em 2015 e encerra 2016 com 6. Eu estimo que em 2017 que fique próximo a 1.

Com a maldição da insustentável regra de previdência no país, eu projeto uma queda receita de previdência municipal para 2017 para em torno de R$ 200 milhões com desembolsos projetados de R$ 240 milhões, um rombo de R$ 40 milhões só em 2017.

A conta de "despesas de exercícios anteriores" não para de crescer. Saiu de R$ 33 milhões em 2014 para uma projeção de quase R$ 100 milhões em 2017. Isso evidencia certamente o uso de reservas patrimoniais para pagamento de despesas.

Análise de receitas e projeções para 2017 (dados disponíveis apenas até 16/09/2017)

Análise de despesas (por instituição) e projeções para 2017 (dados disponíveis apenas até 16/09/2017)

Grifo para o crescimento dos desembolsos da previdência. De 2011 para 2017 os desembolsos cresceram 155%. Se isolar 2014 a 2017 o crescimento foi de 65%. As contribuições entre 2014 e 2017 cresceram apenas 27%. A conta NUNCA fecha porque é feita para quebrar... Quem paga é o povo que recebe serviços públicos ruins no HMN (Hospital Municipal de Natal), o Hospital Maria Alice que fechou a UTI, servidores que estão recebendo salários atrasados.

O preço que se paga em votar em políticos não gestores é caro, muito caro...

 

 

 

Pingbacks

Pingbacks estão abertas.

Trackbacks

Trackback URL

Comentários

Ainda não há comentários.

Publique seu comentário