Última atualização em .

Suspense...

Com o desmonte de posições defensivas nos mercados de câmbio e de juros futuros, embora o temor continue e possa se intensificar nos próximos dias se a agenda legislativa não avançar. Dessa forma a cautela deve persistir. O dólar, que operou em queda na maior parte do pregão e tocou os R$4,010 na mínima do dia, fechou próximo da estabilidade, em alta de 0,01%, a R$4,044. Na bolsa, o sentimento melhorou com a trégua entre o governo do presidente Jair Bolsonaro e lideranças do Congresso, mas não teve força suficiente para elevar o índice Bovespa, que fechou em queda de 0,13%, a 94.360 pontos.

Os destaques de hoje foram para Itaú +0,12% (ITUB4), Ambev +0,70% (ABEV3), Bradesco -1,78% (BBDC4), Petrobrás ON -0,10% (PETR3), e Petrobrás PN -0,76% (PETR4). Dólar praticamente estável +0,01% a R$ 4,044.

 

 

Pingbacks

Pingbacks estão abertas.

Trackbacks

Trackback URL

Comentários

Ainda não há comentários.

Publique seu comentário