Última atualização em .

Suspense em Brasília derruba Bovespa

Noticiário tenso em Brasília com as ondas de crises do governo, a saída do Levy do BNDES, expectativa de juros no Brasil e nos EUA deram o tom pessimista e Bovespa fecha em queda hoje. Amanhã, dia importante para a agenda da reforma da previdência, quando começará o debate na Comissão Especial da Câmara acerca do relatório apresentado pelo deputado Samuel Moreira na semana passada. Conforme a gente vem conversando todos esses dias, desde a costura do Pacto pelo Brasil, que o vaidoso Rodrigo Maia tirou na mega sena diante da falta de tato do Bolsonaro e equipe. Rodrigo Maia vai puxar a paternidade da reforma e deve com certeza se enrolar com uma réplica da faixa verde e amarela.

Vale puxou as quedas. Os destaques de hoje foram para Itaú -0,12% (ITUB4), Ambev +0,91% (ABEV3), Bradesco -0,25% (BBDC4), Petrobrás ON -0,13% (PETR3), e Petrobrás PN +0,18% (PETR4). Bovespa caiu 0,43% aos 98.040 pontos. Dólar caiu 0,22% a R$ 3,891.

Pingbacks

Pingbacks estão abertas.

Trackbacks

Trackback URL

Comentários

Ainda não há comentários.

Publique seu comentário