Última atualização em .

Bovespa bateu 102k e o que acontece agora?

Conforme estávamos projetando, Bovespa retorna a romper a resistência dos 100 mil pontos. A bolsa operou o dia todo ontem no azul dois dias após a decisão do Comitê de Política Monetária do Banco Central que manteve a taxa Selic em 6,50% na quarta-feira, mas deixou sinais de cortes à frente de acordo com o andamento da Reforma da Previdência.

O Ibov também refletiu as fortes altas de ontem nos preços dos recibos de ações brasileiras negociados em Nova Iorque, em movimento cascata na sinalização de vários bancos centrais, principalmente do Federal Reserve, de uma queda global das taxas de juros menores para tirar a economia global do ostracismo, deixando em 2º plano as tensões geopolíticas e o próprio ceticismo quanto à efetividade da política das políticas monetárias atuais.

Os destaques de ontem foram para Itaú +2,26% (ITUB4), Ambev +1,37% (ABEV3), Bradesco +2,26% (BBDC4), Petrobrás ON +3,08% (PETR3), e Petrobrás PN +2,76% (PETR4). Bovespa subiu 1,70% aos 102.012 pontos. Dólar caiu 0,43% a R$ 3,825.

Bovespa bate 102k e o que acontece agora? 

Eu bati boca no grupo que participo de política com viés à direita. Tem 1 mês mais ou menos. Foi quando os representantes do MBL decidiram não participar do ato que ia ter em favor da lavajato e apoiando o governo eque Bolsonaro não tinha governabilidade e bla bla bla. Eu perguntei porque ele nutria esperança de Bolsonaro ser uma pessoa articulada, que pudesse fazer essas costuras e ele foi eleito mesmo com um perfil bronco por uma "nova política" que nao faz acordos obscuros. Eu disse que o vaidoso Rodrigo Maia iria assumir a agenda do país e reforma da previdência do Rodrigo Maia está andando. Ele tocará a reforma tributária, administrativa com o "centrão" presidindo o país. E o mercado anseia por isso já que essa é a única agenda que pode nos levar a ter saúde fiscal e atrair investimentos tanto dos empresários nacionais castigados pela crise que se arrasta desde 2016 como também de estrangeiros. Mas não devemos nos iludir, apenas com todas essas reformas mais as privatizações, fim da CLT e da estabilidade do funcionalismo público é que começamos a criar um fundamento mais sólido para a economia nacional e a retomada dos investimentos governamentais para preencher a lacuna da demanda e aquecer mercado de trabalho.

Pois bem...

Pela minha análise o novo suporte do Ibov é 97.200 e uma dispersão do Ibov no médio prazo se dará conforme gráfico abaixo.

Uma análise de cenários coloca o Ibov nos seguintes patamares. Note as concentrações na região dos 90 mil e 110 mil pontos.

Pingbacks

Pingbacks estão abertas.

Trackbacks

Trackback URL

Comentários

Ainda não há comentários.

Publique seu comentário