Última atualização em .

Wall Street EUA fecha em alta com acordo de limite de dívida

Todos os três principais índices de ações dos EUA subiram mais de 1% nessa quinta-feira, estendendo os ganhos do pregão de ontem, quando o líder da maioria no Senado, Chuck Schumer, anunciou que os congressistas americanos chegaram a um acordo para estender o teto da dívida até o início de dezembro. Também hoje, as ações das empresas de energia caíram em relação às altas recentes, com preocupações sobre uma crise global de energia. Os investidores agora aguardam o relatório da folha de pagamento da economia americana, que será lançado amanhã, contendo sinais sobre a recuperação do mercado de trabalho, já que um número forte de geração de empregos aumentaria as chances de redução antecipada de estímulos fiscais do Fed e provocaria aumento das taxas de juros. Hoje o Dow Jones somou 338 pontos; o S&P 500 subiu 0,83% e o Nasdaq Composite focado em tecnologia subiu 1,05%.

No Brasil, o Ibovespa teve alta bem mais modesta, com o impacto do dólar e dos juros subindo e o adiamento da PEC dos precatórios. O Ibovespa encerrou a quinta-feira praticamente estável, com alta de 0,02%, a 110.585 pontos, apesar do salto da Vale e do bom humor do exterior, com cautela antes do Payroll e dos dados de inflação no Brasil. Os destaques de ontem foram para Ambev (ABEV3) -0,13%, Itaú (ITUB4) -2,12%, Bradesco (BBDC3) -2,11%, Petrobrás ON (PETR3) +0,21% e Petrobrás PN (PETR4) -0,14%.

Pingbacks

Pingbacks estão abertas.

Trackbacks

Trackback URL

Comentários

Ainda não há comentários.

Publique seu comentário