Última atualização em .

Mercados globais festejam. Bovespa arqueja...

Wall Street amplia altas em direção a novos recordes de alta enquanto Bovespa luta só para não cair

As três principais médias de índices dos EUA subiram a novos recordes nessa segunda-feira, com os investidores aplaudindo a aprovação de um projeto de lei de infraestrutura de mais de US$ 1 trilhão na Câmara e aguardando novas leituras de inflação na economia americana. O S&P 500 e o Nasdaq registraram sua oitava sessão consecutiva em máximas recordes, a Dow estendeu os ganhos pela segunda sessão consecutiva. As ações da Caterpillar subiram cerca de 4% e a John Deere subiu 1%. Enquanto isso, Tesla caiu mais de 4% depois que os seguidores de Elon Musk no Twitter votaram a favor de ele vender 10% de suas ações para pagar impostos. Em relação aos dados econômicos, os números da inflação ao produtor e ao consumidor definidos para divulgação esta semana devem mostrar que as pressões sobre os preços estão no nível mais alto em três décadas em meio a gargalos na cadeia de abastecimento e aumento dos custos com energia.

O Ibovespa fechou praticamente estável, após sessão marcada pela volatilidade, com os investidores atentos aos desdobramentos da Proposta de Emenda Constitucional dos Precatórios. O índice caiu 0,04% a 104.781 pontos, enquanto o dólar futuro avançou 0,22% a R$5,572. Já a curva de juros encerrou mista com os contratos mais curtos em alta de até 17 pontos-base e os mais longos em queda de até 10 bps, na expectativa por dado de inflação e de olho nos precatórios. Os destaques de hoje foram para Ambev (ABEV3) -0,89%, Itaú (ITUB4) -0,52%, Bradesco (BBDC3) -1,98%, Petrobrás ON (PETR3) +1,65% e Petrobrás PN (PETR4) +1,04%.

Pingbacks

Pingbacks estão abertas.

Trackbacks

Trackback URL

Comentários

Ainda não há comentários.

Publique seu comentário