Última atualização em .

Tuesday bloody tuesday

Queda das ações dos EUA nessa terça-feira

Wall Street fechou no vermelho na terça-feira, depois que o presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, e a secretária do Tesouro, Janet Yellen, repetiram que a economia americana está se recuperando do coronavírus em uma audiência perante legisladores da Câmara, mas que alguns setores "continuam fracos". Enquanto isso, o rendimento dos títulos do Tesouro de 10 anos continuou a diminuir e liquidar perto de 1,62%, enquanto os preços do petróleo despencaram mais de 6% em meio à ameaça de uma terceira onda de infecções globais. O Dow Jones caiu 308 pontos ou 0,9% para 32.423. O S&P 500 recuou 30 pontos ou 0,8% para 3911. O Nasdaq caiu 150 pontos ou 1,1% para 13.228.

Ainda como rescaldo do caso da demissão do presidente do BC da Turquia e da queda do petróleo, Bovespa acompanhou mercado e caiu 1,49% aos 113.261 pontos. Os destaques de hoje foram para Ambev (ABEV3) -2,96%, Itaú (ITUB4) -2,54%, Bradesco (BBDC3) -0,99%, Petrobrás ON (PETR3) -2,30% e Petrobrás PN (PETR4) -3,06%.

Amanhã, mercado (principalmente investidores estrangeiros) deve reagir à declaração de suspeição de Moro no julgamento do ex-juiz contra o ex-presidente (e para sempre bandido) Lula. Notícia já está repercutindo muito mal na imprensa internacional. Abaixo, duas reportagens de agora no Financial Times.

Pingbacks

Pingbacks estão abertas.

Trackbacks

Trackback URL

Comentários

Ainda não há comentários.

Publique seu comentário